terça-feira, 8 de novembro de 2016

ACRÓSTICO


F ácil demais amar
E ssa minha menina de
R ara beleza e brilho.
N ada permanece igual
A pós a sua chegada.
N ada tem a mesma alegria
D epois da sua partida.
A mo você até a Lua; ida e volta.

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

O CALDEIRÃO DA BRUXA gláucia lemos


Gato,
Sapo,
Rato
E cordão de sapato.
Tudo na mesma panela,
Pó de café,
Botão de boné
E unha do dedão do pé.
Mexe com fé
E joga tempero nela,
Joga tempero nela,
Joga tempero nela.

Comida de bruxa
É um luxo

Para o bruxo.




segunda-feira, 4 de abril de 2016

DEPENDE

O fácil pode ser difícil, depende da habilidade que se tem.

O pouco pode ser muito, depende do que vem, se o doce ou o amargo.

O frio pode ser quente, depende da roupa que a gente veste.

O longe pode ficar perto, depende de quem se vai encontrar.

A lua cheia também pode minguar, depende da noite em que a estamos a olhar.

O grande pode ficar pequeno, depende do lado de quem ele está.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

RECEITA DE FAMÍLIA

Essa receita é tão deliciosa e única que cheguei, egoisticamente, a pensar que não deveria dividí-la assim com tanta gente! Mas logo mudei de idéia e resolvi compartilhar sim, com todos que por aqui passarem, essa carne maluca, receita de uma tia avó também um pouco maluquinha, que fazia pão e paçoquinha em seu forno de barro como ninguém.
É ótima para lanches, combina com pão, torradas, salada verde, maionese e também sozinha. Comer gelada. De um dia pro outro é ainda melhor, pois fica mais curtida. Com uma cervejinha é irresistível!

ESCABECHE DE LAGARTO:

Ingredientes: 1Kg e meio de lagarto, 1copo de vinagre, 1 copo de óleo, 2 cebolas grandes batidinhas, molho de pimenta, pimenta do reino, 8 dentes de alho amassados, sal, 2 folhinhas de louro, 1 pires de salsinha e cebolina verdes, 1 kg e meio de tomates maduros batidos no liquidificador.

Modo de fazer: Na panela de pressão colocar o óleo e vinagre e cozinhar a carne. Depois que a pressão começar, abaixar o fogo e marcar 30 minutos. Virar a carne e cozinhar por mais 30 minutos.
Guardar o lagarto na geladeira de um dia pro outro, isso facilitará seu corte, e reservar a mistura. onde cozinhou. Nela, dourar a cebola e o alho, colocar os tomates batidos e os demais ingredientes (menos o cheiro verde) , ferver até o óleo se separar; aí então colocar o cheiro verde, ferver por mais 2 ou 3 minutos e desligar.
A carne deve ser fatiada bem fininha. Em uma vasilha não muito rasa fazer camadas com o molho e a carne. Guardar na geladeira, servir gelado. É maravilhoso!

sábado, 16 de janeiro de 2016

QUADRINHAS do poeta percival bacci

MILAGRE

Amar! Milagre estupendo!
Em teu amor renasci.
Se, morto, estava vivendo,
vivo, hoje morro por ti.

PARAÍSO

Adão, puxando a coberta,
diz à Eva, num sorriso:
_ A serpente estava certa,
isto sim é o paraíso!

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

O DIÁLOGO

Na cozinha, as irmãs conversavam sobre preconceito, enquanto saboreavam um pedaço de bolo:

_Já reparou como hoje em dia tudo é preconceito? Não se pode mais não gostar da cor preta ou usar expressões como 'a coisa tá preta' que é preconceito.
_É preciso tomar cuidado com o que se diz.
_ Não sei como vovó sobreviveria nesses dias sem ir pra prisão! rs
_É verdade...Cada coisa que ouvíamos quando éramos crianças!
_Aquilo sim era preconceito!
_Lembra do tão temido livro preto da escola, onde se registravam as artes das crianças? Pois agora a capa é vermelha e se chama livro de ocorrências...
_Porque é preconceito associar o preto à coisas negativas...
_Acho um exagero! Veem preconceito onde não tem!
_Outro dia eu disse que não gostava da Banda Calipso. "Isso é preconceito!" -eu ouvi. "Não, isso é gosto!" -eu respondi.
_Hum... que bolo é esse? Tá uma delícia!
_Nega maluca. Bom, né?!
_Nega maluca? Cuidado! Daqui a pouco vamos ter que chamar esse bolo de afrodescendente com transtorno e défcit de atenção...

OLHAR E VER



Quando se olhar no espelho não se veja só de frente,
se olhe também de costas, de lado,
de pernas pra cima.
Faça caretas,
ria de você, feche e abra os olhos
e se veja sempre diferente.
Sempre uma nova pessoa.