sábado, 26 de novembro de 2011

MEU IRMÃO




Quando eu cheguei ele já estava lá em casa. Só ele; pra brincar, pra brigar, pra aprender, pra amar, pra copiar, pra disputar, pra me orgulhar. Era o meu irmão. Hoje não está mais comigo, mas continua ao meu alcance. É só chamar que ele vem. Vem pra completar, pra reunir, pra somar, pra dividir. Me ensinou a gostar dos Beatles, a fazer contas de cabeça, a jogar xadrez, a sentir cosquinhas com a coca-cola embaixo da língua, a jogar dama...

Nessa foto aí ele está em Havana, em um primeiro de maio, realizando um de seus sonhos. Acho que isso é o que mais admiro nele: ele não se cansa de sonhar, não perde o pique, a alegria. É o Luís Augusto, o tio Tu, o Menon, o Beronha, o Fifo, o meu irmão. É pra ele que desejo, especialmente hoje, o que tem de melhor, mais alegre e mais gostoso nessa vida, regado a muita saúde...e uma farofinha pra acompanhar! Feliz aniversário, meu irmão querido! Te amo.

domingo, 13 de novembro de 2011

O POETA do poeta percival bacci



O pintor tem a cor.
Tendo amor, tem a cor.

Tem o músico o som.
Tendo amor, tem o som.

Tem o mármore o escultor.
Mas se tiver amor.

E o poeta?

O poeta tem a palavra:
para pintar a cor,
para cantar o som,
para esculpir o mármore.

Para inventar o amor.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

O DIÁLOGO 4

As duas nunca tinham se visto. Estavam se conhecendo naquele momento em que dividiam um quarto de hospital e conversavam, ou desabafavam, sobre suas vidas. Já não ouviam tão bem como antes, mas isso, ali, para elas, era apenas um detalhe. Falavam dos filhos, da família. Descobriam que tinham algumas coisas em comum.
Deitadas, conversando, a confusão rolava e elas nem percebiam.
_ Sabe, estou com um pouco de dor de dente.
_ Hum.. adoro doce de leite também!
_ Minha sogra tinha uma casa lá ...em Itanhaém, mas vendeu, agora não tem mais nada.
_ Goiabada? Também gosto, mas ainda prefiro doce de leite!

domingo, 25 de setembro de 2011

RECEITA DE FAMÍLIA

Essa torta é um bolo gelado, chiquérrimo, delicioso, molhadinho, ótimo para aniversários e momentos especiais. Tem sabor delicado, não é muito doce, simplesmente indescritível. Não tem segredo e é sucesso garantido. Experimente, você vai arrasar...e adorar!!

Torta mineira:
Ingredientes: PARA O BOLO: 4 ovos, 2 copos de açúcar, 1 e meio copo de água, 2 copos de farinha de trigo e uma colher(sopa) de fermento em pó.
PARA A CALDA
: uma xícara de açúcar, 3 xícaras de leite, meia xícara de chocolate em pó e uma colher(sopa) de margarina.
PARA O CREME: uma lata de leite condensado, 3 latas de leite, uma gema peneirada e duas colheres(sopa) rasas de maisena (dissolvidas no leite).
PARA A COBERTURA: coco (fruta) ralado e cerejas ao marrasquino.

Modo de fazer: Bater os ingredientes do bolo nesta ordem: claras em neve, gemas, açúcar, água e farinha, fermento. Assar em forma untada com margarina ou manteiga e farinha, em forno pré aquecido.
Depois de assado e frio, furar com um garfo, delicadamente, todo o bolo e despejar, aos poucos, com uma colher, toda a calda.
Colocar o creme ainda quente e salpicar o coco ralado. Enfeitar com as cerejas. Deixar na geladeira de um dia pro outro, servir bem geladinho, é uma delícia !





domingo, 18 de setembro de 2011

DETALHES FELIZES

Bater papo com a mana,
Comprar uma roupa bacana.

Usar cachecol de lã,
Café com pão quente de manhã.

Não ter hora pra acordar,
Ficar de papo pro ar.

Fazer as coisas do meu jeito,
Fazer bem feito.

Ler Dráuzio Varela,
Escrever o que me der na telha.

Ir ao cinema,
Receber seu telefonema.

Na hora certa ir embora,
Jogar alguns quilos fora.

Com o Chico me emocionar,
Com a família lanchar.

Pegar uma estrada,
Com a Ivana dar risada.

Sorvete de maracujá,
Conversar com a Cá.

De vez em quando ver TV,
De vez em sempre ver a Fê.

Me sentir com a grana,
Ser eu mesma, a Susana.

domingo, 27 de março de 2011

DETALHES TRISTES

Fazer depilação, viver sem emoção. Comer demais e engordar, querer e não poder comprar. Viver longe, sentir saudade, controlar a ansiedade. Todo dia acordar cedo, driblar o sono e o medo.

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

NINHO 4


Queria ser andorinha

que sozinha não faz verão.

Mas, com você, abraçadinha,

faria qualquer estação!