sexta-feira, 6 de junho de 2008

ACRÓSTICO 2

C arrego nosso primeiro encontro
A qui na memória, bem guardado.
R ostinho lindo, pele clara, rosada.
O lhinhos fechados, sorrindo!
L embro-me de pensar, emocionada: -O
I nício de tudo é aqui.
N ada mais pode ter existido
A ntes da sua chegada!

6 comentários:

MARINA disse...

Também me lembro da primeira vez que a vi... gorrinho vermelho na cabeça e bochechinha rosada, eu só não sabia que iria amá-la tanto!

Blog do Menon disse...

Eu também. Parada na parede, cabelo enrolado e, como a minha mãe havia avisado, brava ao ouvir a palavra NÃO. Me lembro também quendo cheguei a Barretos para uns jogos e alguém, nem faço idéia, veio dizer que um telefonema de Aguaí comunicava o seu nascimento.

márcia disse...

só não entendi o "rostinho lindo"!
Susana, vc está falando daquela sua filha feiosinha? hahahah

Anônimo disse...

aia pom!!!!
fe

Cá disse...

mammy, susy, suseine...
só hoje to entrando na internet com tempo de lembrar de olhar....
DESCULLLLLPA!!!!
logo eu desacelero, prometo...

lógico que amei, como amo voce e todos os corujas que vieram ver antes de mim!!!!

TE AMO!!

Julinho disse...

É, Filha: eu já tinha lido e estranhava, MUITO, que você não se pronunciara. Agora sim! Lindo, o que a Mamãe escreveu, linda você Não tem nada de feiosinha, nunca teve, viu, Márcia? (rs). O acróstico da Mamãe foi um túnel no tempo. Muito bom relembrar assim... Beijos para meus amores.