quinta-feira, 4 de abril de 2013

ANTES SÓ OU MAL ACOMPANHADO?

É melhor viver só ou mal acompanhado? Nenhuma das alternativas! Talvez o melhor seja viver bem acompanhado. Conheço gente que não consegue viver só, qualquer outra coisa é melhor!
Também conheço quem só consegue ser feliz vivendo só, contando consigo mesmo e, vez ou outra, com outras pessoas. Conheço ainda casais que se descobriram e descobriram juntos a vida, divindo todos os seus dias, o seu tempo, sendo o reflexo pro outro ser o refletor, dividindo a vida. Agora, dividem também o seu final, cheios de afeto, amor e dignidade. Privilégio? Nada! Sabedoria! Prioridade: na alegria e na tristeza, na saúde e na doença; lembra?! É gostoso de se ver, há uma sintonia que dispensa palavras, uma delícia estar com eles! Conheço pessoas que vivem só porque assim acontece, por opção, talvez, não sei, simplesmente vivem só. Viver só tem vantagens que são de causar inveja, pois companhias não são bem-vindas em muitas situações, sem falar na liberdade, imensurável conquista! Mas não é sempre assim: o cotidiano é cruel e depende só e unicamente do solitário em questão, não tem ninguém pra dividir as alegrias e as conquistas,  menos ainda as tristezas, os cansaços dessa vida. Companhias são bem-vindas em muitas outras situações! Acredito que viver só seja uma arte. Uma arte cheia de prós e contras. Resta saber o que realmente nos faz feliz, compreender a marcha e ir tocando em frente.

5 comentários:

Julinho disse...

Que gracinha! Já tô anunciando, lá do lado dos Sempéres e Garcias, essa sua crônica. Afinal, "ex", só eu: Marina e Lelo continuam seus sogrinha e sogrinho, vovó e vovô de nossas, hummm... - qual adjetivo usar? - amadas Carolina e Fernanda. E eles te amam muito, Su: você sabe disso! Beijos.

Julinho disse...

Ah...pra registrar: há 30 anos, 13 de outubro de 1978, saiu o resultado da sua gravidez que nos trouxe a Carolina. Muito bom ter tantas coisas boas na memória.

Anônimo disse...

que saudade de vcs...
fe

Ivana Cristina disse...

Su, você arrasa nos seus textos!!!
Bjão!

Anônimo disse...

o que eu estava procurando, obrigado